Restaurante Familia Rosso
FARMACIA DO TRABALHADOR

Homem que inspirou Jesse Koz a viajar de fusca percorre 800 km para velório do influenciador em SC: 'Cinco vidas em cinco anos'

Por Dante Bragatto Neto em 06/06/2022 às 19:50:34
Nauro Júnior, que percorre o continente americano com um fusca há oito anos, foi até velório do influenciador em Balneário Camboriú. Jesse morreu junto com o cão Shurastey em um acidente nos Estrados Unidos. Viajantes compareceram à cerimônia de despedida do influenciador

Patrick Rodrigues/NSC

O viajante Nauro Júnior saiu do Rio Grande do Sul e percorreu quase 800 quilômetros para chegar ao velório do amigo Jesse Koz, em Balneário Camboriú, nesta segunda-feira (6). Segundo ele, a amizade dos dois começou em 2017, quando o influenciador o procurou e começou a pedir conselhos, já que tinha experiência em longas viagens de fusca.

Na época, o fusca Dodongo, que acompanhou Jesse e o cão Shuastey pelas Américas, era uma aquisição recente. Ele conduzia o veículo quando sofreu o acidente.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Nauro é idealizador do projeto Expedição Fuscamérica, em que percorre o continente americano com um fusca há cerca de oito anos. Quando Jesse decidiu fazer o mesmo em 2017, descobriu o telefone de Nauro e pediu um encontro para ouvir o viajante.

"Ele me esperou três dias porque eu estava em viagem. Vi um guri tímido, magrinho, com um fusca todo detonado dizendo que estava indo para o Ushuaia (Argentina)", relembrou Nauro diante do crematório.

O gaúcho lembra que, no caminho em direção ao Sul, o motor de Dodongo fundiu. Jesse contou sobre o episódio ao novo amigo. A partir daquele momento, ambos dividiram os perrengues e experiências na estrada pelo WhatsApp.

Nauro Júnior viajou quase 800 quilômetros para chegar ao velório do amigo

Patrick Rodrigues/NSC

Foi Nauro quem ofereceu um fusca para rifar e ajudar Jesse a reformar Dodongo tempos depois. Sempre em contato, os amigos combinaram um churrasco no Rio Grande do Sul quando a aventura para o Alasca terminasse.

"Esse churrasco nunca vai acontecer. Ficou uma ligação para sempre. Tão forte que viajei quilômetros para me despedir dele. Ao mesmo tempo que vem a lágrima de não ter o nosso churrasco, vem a alegria por saber que ele viveu demais. Foram cinco vidas em cinco anos", comenta.

A viagem de Koz e o cão fazia parte do projeto “Shurastey or Shuraigow?”, uma adaptação inspirada na música “Should I Stay or Should I Go” (traduzido do inglês, Devo Ficar ou Devo Ir), da banda The Clash. Eles percorreram 17 países.

Jesse Koz e Shurastey visitaram 17 países

Jesse Koz/Arquivo Pessoal

A dupla era acompanhada por mais de 400 mil seguidores nas redes sociais. O destino final da viagem era o Alasca. No Instagram, o perfil da iniciativa ultrapassou 1,5 milhão após a morte da dupla.

Cerimônia

A cerimônia começou no Crematório Vaticano às 11h20 desta segunda. Por volta das 17h, houve revoada de pombos em homenagem ao influenciador (vídeo abaixo), ao som do público, que gritava "Receba Jesse" e "Receba Shurastey". Em seguida, familiares se despediram em reunião privada. O corpo do viajante será cremado.

Revoada de pombos no velório de Jesse Koz

A família de Koz recebeu algumas das mensagens de homenagem que amigos e admiradores enviaram por meio de uma página criada pelo crematório onde aconteceu a cerimônia. Algumas delas também foram passadas durante a transmissão ao vivo do velório.

Cinzas de Shurastey

O corpo do golden retriever de 6 anos foi cremado em 26 de maio. O procedimento foi pago com recursos de uma vaquinha virtual, que bateu a meta de R$ 120 mil em cerca de três horas. Segundo a família de Koz, o Crematório Vaticano fará uma cerimônia restrita à família para a entrega das cinzas dos dois em data a ser definida.

VÍDEO: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias

Veja mais notícias do estado no g1 SC
Comunicar erro
FARMACIA 2
Peninha
santabike 1

Comentários

DBN TV